O Site da História Brasileira

Carregando...

13/04/2009

Os Engenhos de Açúcar do Brasil

Propriedades de terras destinadas ao processo de criação de açúcar.

Os Engenhos de Açúcar do Brasil foram desenvolvidos principalmente no Nordeste Brasileiro.

A Colonização da América Portuguesa tinha como principal objetivo a criação de engenhos, principais núcleos de ocupação do Brasil.
Engenhos de açucarOs engenhos de açúcar na época era aquilo que chamamos nos dias de hoje de indústria.

Na Europa do Século XVI, o açúcar era um artigo de luxo, onde somente Reis e nobres tinham condições de comprar. Portugal percebendo a riqueza que poderia gerar com o produto, transformou o Brasil na maior indústria açucareira do Mundo.

Em 1533, em São Vicente, no atual Estado de São Paulo, foi instalado o primeiro engenho de açúcar do Brasil. Com o passar dos anos outros engenhos foram instalados.

A planta da Cana-de-açúcar se adaptou melhor no nordeste brasileiro. As cidades de Pernambuco e Bahia passaram a ser os maiores centros produtivos de açúcar.

A difícil tarefa de transportar o açúcar para a Europa ficou por conta da Holanda. os Holandeses foram os principais financiadores da empreitada portuguesa na América, em troca eles ganharam o monopólio da venda do açúcar no continente europeu.

O Açúcar do Brasil Colônia teve grande aceitação no mercado externo. Portugal aspirando maiores lucros, aumentou o número de Engenhos no Brasil. Com o aumento da oferta, o açúcar deixou de ser privilegio de pessoas ricas passando também a ser consumido pelas populações menos abastadas da Europa.

Os Engenhos do Brasil, eram movidos pelo trabalho escravo. No início da colonização, os portugueses tentaram usar o índio como escravo, mas, como eles eram protegidos pelos jesuítas e por não se adaptarem ao trabalho sistemático, foram deixados de lado. Para solucionar o problema da falta de mão de obra, o Governo Português optou em usar o negro africano como escravo.

Na maioria das vezes, a propriedade do engenho de açúcar era composta por:

Plantação de Cana
Casa Grande = Moradia do Senhor do Engenho.
Senzala = Local onde os escravos ficavam aprisionados.
Casa do Engenho = Local onde era produzido o açúcar.Casa GrandeDa cana-de-açúcar provinha também a famosa Cachaça e a Rapadura, produtos que se identificam com o povo nordestino.

O Senhor do Engenho era o colono de maior prestígio dentro da sociedade colonial brasileira. Existia também os trabalhadores livres nos engenhos, os mais importantes deles era o Mestre do açúcar, responsável por garantir a qualidade do açúcar.

Na metade do Século XVIII, o comércio do açúcar do Brasil tornou-se decadente. Com a União Ibérica em 1580, Portugal quebrou o acordo comercial com a Holanda, principal distribuidora do açúcar brasileiro na Europa.

Fracassada a tentativa de fundar uma colônia no Brasil, os holandeses criaram suas próprias industrias na América Central. O açúcar holandês, de melhor qualidade, desbancou o açúcar brasileiro no mercado mundial.

5 comentários:

Regras para comentários:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
publicamos somente os comentários que tenham relação com o assunto da postagem.

Parcerias, Dicas e Sugestões entrar em Contato pelo Email: historiatecabrasil@hotmail.com

Históriateca Brasil © Copyright - Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Só é permitida a reprodução para fins de pesquisas e trabalhos escolares.

Plágio é crime (Artigo 29 Lei 9.610/98)